25 de fev de 2012

SER "humano"

"Nós, humanos, na maioria das vezes fazemos somente aquilo que sabemos fazer: pecamos." (Ariovaldo Ramos)

Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.
 
Não há ninguém que entenda;


 Não há ninguém que busque a Deus...
 
Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.

 
A sua garganta é um sepulcro aberto; Com as suas línguas tratam enganosamente;


 Peçonha de áspides está debaixo de seus lábios; cuja boca está cheia de maldição e amargura.
 
Os seus pés são ligeiros para derramar sangue.

 
Em seus caminhos há destruição e miséria;
 

E não conheceram o caminho da paz.
 
Não há temor de Deus diante de seus olhos.
 
Paulo de Tarso, em Romanos 3:10-18

18 de fev de 2012

11 de fev de 2012

JESUS EM CÁPSULAS



Um terrível mal estar. Um dia, dois dias, três dias...

Desde que eu abandonei a vida "eclesiastica" algumas coisas mudaram para melhor, outras nem tanto. A pior dificuldade foi manter o zelo para com as disciplinas cristãs, o que me fez, como descrevo abaixo, ter algumas experiencias, dentre as quais, esta:

Não demorou muito para eu me esfriar e apostatar da fé,  demorou menos ainda pra encontrar um santo remédio pra isso: Encontrei Jesus em cápsulas! (um remédio para a APOSTASIA, não para a saída da igreja, pois em nada me arrependo quanto a isso)

Jesus tinha vários nomes, alprazolam, rivotril, fluxetina e o mais terrível: venlafaxina.  Encontrei Jesus em cápsulas num consultório psiquiátrico, após uma crise filha da mãe de pânico.
Jesus em cápsulas era lindo. Era tudo que eu podia sonhar, era perfeito. Me tirava a timidez, a angustia, o medo, a ansiedade...Jesus em cápsulas até me fez emagrecer ! \O/

Encontrei o paraíso dos ansiolíticos e antidepressivos.
Desde sempre, eu sou muito consciente da minha depravação (termo teológico) e que fazia parte dela ter uma queda considerável por qualquer tipo de vício, qualquer coisa que me tirasse o senso angustiante da realidade da vida. Vida que por sinal, desde sempre eu acho feia. Olha aí, uma evidencia da minha depressão vitalícia.
Mas por alguns raios, esqueci que deveria me policiar quanto a isso, assim como fiz por anos. Perdi o temor (termo teológico), perdi o receio de substituir o Cristo por um subterfúgio qualquer. E assim o fiz.

Jesus em cápsulas não me ofereceu uma cruz, Jesus em cápsulas só exigia uma receita azul e umas oncinhas (parte difícil essa). Jesus em cápsulas não tinha bíblia pra estudar e aprender usar, mas tinha bula, e essa era atrativa ao extremo...

O que eu não sabia era que Jesus em cápsulas era traiçoeiro. Bem, estava na bula, mas quem se importaria com uma bula?
Algumas experiências apenas, e lá estava eu apaixonada... ou melhor, viciada.
Nada tão mal, se não fosse um discuido que me privasse das tais cápsulas sagradas, o que acarretou numa infeliz crise de abstinência...sim o inferno é aqui, na abstinência.
Um terrível mal estar, uma consulta médica de emergência, e todos os sintomas acumulados elevados ao quadrado, a ponto de não parar em pé. Um diagnóstico ridículo: Sindrome de abstinência.
“Doutor, mas o que eu faço com esses sintomas malditos? Vou morrer”
“- Aguenta até passar.  Se vira”

PARA ONDE ME IREI DO TEU ESPÍRITO SE TU ÉS O CRISTO? 
Jesus em cápsulas me frustrou, levou em 2 dias tudo que havia me dado. Era falsificado. Sua paz era forjada, sua alegria...pura manipulação hormonal.
Jesus de gozo, paz e alegria só tem um, que é o Cristo, filho de Deus. Todos os outros são imitadores, lobos ferozes. Entram pela janela, saqueiam o que podem.
Jesus, o Cristo, filho de Deus, era tudo que eu queria agora...Será essa minha realidade, ou é só mais um sintoma da falta das cápsulas filhas da mãe?
Se ele me der graça e misericórdia,  gostaria de nunca mais trocar o equilíbrio de seus ensiamentos e presença, por alguns comprimidos mágicos, jamais voltar a trocar os conselhos sábios de sua Palavra e seu Espírito por sessões de análise.
Pecado não precisa de análise. Dor não precisa de psicoterapia. Pecado carece de perdão. Dor, de cura.

Quando deixei Jesus, o Cristo, filho de Deus jamais senti abstinência tão perturbadora, oras, até mesmo ao ser deixado de lado, ele permanecia manso e humilde de coração, retribuindo com amor, um aceno de despedida.

Nesse exato momento está aquém da minha autonomia trocar jesus em cápsulas, pelo Eterno, mas confesso publicamente: é tudo que eu queria agora...

Se bem que...a gente se acostuma. E eu poderia ser menos passiva nessa ocasião. =(

5 de fev de 2012

Dança no culto

Há tempos que eu sentia necessidade de sistematizar minha opnião sobre essa bobagem de  dança no culto, segue abaixo:



--------------------
“Quer vocês comam ou bebam, ou façam qualquer outro tipo de coisa, façam para a glória de Deus” Paulo em 1Cor 10-31.

Paulo estava ensinando os corintios quanto ao dever de ser fazer TODAS as coisas para agradar a Deus. Pois bem, será esse o nosso referencial para o tema hoje abordado: A dança no culto a Deus.

Não é raro encontrar igrejas que disponham de um ministério de dança, especialmente naquelas em que a maioria são jovens, jovens apaixonados, expressivos e um tanto quanto, modernos.

Mais comum e batido ainda, são os pontos bíblicos sobre os quais, tais ministérios se alicerçam: liberdade do espírito, usar o corpo para louvor a Deus, o exemplo de Miriã e de Davi.

Vejamos os versículos mais usados:

"Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade."  (II Coríntios 3:17)

"ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional."  (Romanos 12:1)

"Então Miriã, a profetiza, a irmã de Arão, tomou o tamboril na sua mão, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris e com danças."  (Êxodo 15 : 20)

“... e Davi dançava diante do Senhor, com todas suas forças (2 Samuel 6,14)

É bastante comum também, a utilização dos Salmos como âncora, como por exemplo o salmo 150, onde diz: "Louvai-o com o tamborim e a dança, louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos."  (Salmos 150 : 4) dentre outros.

Reiterando, que neste  último versículo (Salmo 150,4) a tradução pode divergir um pouco, dependendo da versão bíblica que você utiliza, a que tenho aqui comigo por exemplo, não utiliza o termo “dança” mais sim, “adufe e flauta”. Mas o que nos interessa mesmo é a etimologia desses termos, e no caso deste versículo é termo MAHOL, que era utilizado para se referir à alegria que os judeus sentiam após uma vitória nas guerras. MAHOL é a soma de adufes+danças+alegria+festa+vitória. MAHOL é o mesmo termo utilizado na passagem em que Miriã dançou, Miriã festejou cheia de alegria a vitória recém conquistada pelos israelitas.

Mas vamos com calma, sem pular os versículos. Ainda nos atendo ao versículo 4 do salmo 150, lembramos que Salmo NÃO é profecia, salmos foram letras de canções escritas pelos judeus, utilizadas na adoração ao Deus de Israel. Judeus não dançavam salmos, judeus não rebolavam salmos, judeus não desenhavam salmos, judeus não faziam mímicas com os salmos. Judeus cantavam os salmos. E nesse versículo específico estavam simplesmente dizendo: “Fiquem tão alegres por causa do nosso Deus, a ponto de dançar e cantar, tal qual Miriã no deserto!” 

Talvez, o mais conhecido de todos, sejam os versículos de Samuel, que relatam a volta da arca e a vitória de Davi, quando este dançou diante do povo, escandalizando sua esposa... Em primeiro lugar hei de chamar a atenção para o seguinte detalhe:Aquilo não era um culto. Era uma celebração. Vamos dizer, que Davi ficou empolgadão... Mas vamos também lembrar que não começou e remexer o esquelo do nada, antes, ele salmodiou a Deus, com um texto de sua própria autoria (na verdade eu estou te tentando dizer que Davi usou a cabeça mesmo) ou seja, adorou de forma coerente, inteligível com a mente e coração, a soma de todas essas alegrias, fez Davi pular de alegria, dançar. 

Você pode  vasculhar essas passagens todas sobre  a vida de Davi, em nenhum momento ele propôs a dança como mandamento, ordem ou coisa que o valha. Resumindo e tentando ser objetiva: a dança aqui não era expressão de adoração e louvor, mas sim, a comemoração de uma grande alegria, como as vitória de guerras.

Vamos agora à passagem onde Miriã dançou (minha preferida). É desnecessário me prolongar aqui, note apenas que  o Miriã de fato fez de importante não foi dançar, mas sim, o seu ato profético movida pelo Espírito de Deus, junto com Moisés e os demais, de forma perfeitamente admissível nos moldes do Antigo Testamento. Veja só, o que Miriã disse foi tão importante a ponto de ser registrado no cânom bíblico, confira que lindas palavras:

E Miriã lhes respondia: Cantai ao SENHOR, porque gloriosamente triunfou; e lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro

Repare que Miriã não disse: Dançai ao Senhor, mas sim, Cantai ao Senhor! Apure sua persepção, note que Miriã não dançou apenas, ela aderiu o pacote completo: profetizou, adorou, tocou, cantou e dançou. Ela estava tomada pela alegria da vitória e pela gratidão a Deus, movida pelo Espírito do Senhor. Lembrando outra vez, que não se tratava de um culto a Deus, mas outra situação de festividade e alegria para o povo de Israel.

Saltando para o novo testamento , Paulo nos disse que deveríamos usar o corpo santificado no culto a Deus (Romanos 12,1). Penso eu, que a melhor maneira de trazer seu corpo como sacrifício a Deus, é mantendo-o discreto. As roupas, os brilhos e os reboles das danças parecem ser um tanto quanto discrepantes disso,  mesmo porque, a idéia de santificação vem muito mais de valores de abnegação, renuncia e esforço do que de demonstração publica de habilidades corporais. Quer adorar com seu corpo? Não se esfregue com pessoas por aí, não coma o que não deve, se vista de forma descente, se porte de forma aceitável.

Mas, ora bolas! Onde há o Espirito, há liberdade! Ok, e o que isso tem a ver com dança? A liberdade aqui, se refere à possibilidade da pregação do evangelho de forma clara e fiel à verdade bíblica. Nada pode reter a boca do pregador, quanto aos seus ensinamentos, ele é LIVRE, tem total liberdade para, pelo Espírito do Senhor, fazer conhecida sua verdade.

Muito bem. E o que isso tudo tem a ver com 1 Corintios 10, 31? (versículo no cabeçalho)  
- Tem tudo a ver!
Eu jamais seria ignorante a ponto de não admitir que certas pessoas têm o dom da dança e amam o que fazem – e o fazem muitíssimo bem, por sinal. Muito embora eu seja totalmente inadequada para essas atividades, meu corpo é travado, enferrujado, e aquela movimentação me cansa só de olhar...

Mas você pode sim dançar para Deus, dançar para a glória de Deus! A dança pode ser uma ferramenta poderosa nos eventos evangelísticos, na cultura, ou simplesmente como um meio de manter o corpo saudável, o que sem dúvidas, agrada a Deus, pois é no seu corpo que o Espírito de Deus habita.

Dance pra Jesus! Dance pra Deus!

Mas também arrume o quarto para Jesus...  não chegue atrasado no serviço para Jesus, vista-se para Jesus, utilize a internet para Jesus, enfim, TUDO o que fizer, faça para a glória de Deus.(1Cor 10,31)

Mas pelo amor do bom senso, não ouse defender a prática da dança no meio da congregação dos santos, na presença daquele que é todo poderoso!

Já notou como é que Moisés, João, Isaías, Saulo, Daniel e tantos outros se portaram quando estiveram na presença real de Deus? Qual deles saiu dando piruetas e levantando as mãozinhas,  com o rosto rebocado de brilho e lantejoulas? Nenhum!

Diante da presença do nosso Deus até a terra treme! "Os montes tremem perante ele, e os outeiros se derretem (Naum 1,5).

A partir do momento que o misericordioso Deus nos der a verdadeira consciência de quem NÓS SOMOS e de quem ELE É, a ultima coisa que faremos em sua presença será remexer os esqueletos, antes, nos prostaremos em total reverência, assim como fizeram TODOS os homens e mulhers na bíblia, que provaram da sua presença.

Lembrando ainda, que o Soberano tem diante de Si, anjos e querubins, vamos ver uma só das muitas passagens correlatas:

"E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus,"  (Apocalipse 7 : 11)


Há vários relatos bíblicos dessas criaturas que assistem diante de Deus, me maravilha notar que é feita uma discrição de como agem, de como dizem e de como se portam quanto aos seus próprios corpos. É fantastica a descrição dos seres com seis asas, que enquanto cantam “santo, santo, santo” com duas delas escondem seus rostos.

Serafins estavam por cima Dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam.

Isaías 6:2
E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória.

Isaías 6:3


 (Ver também Ezequiel 1)

Criaturas sem pecado e limpas, imagina então, a audácia de pecadores como eu e você, que (na possibilidade) de entrar em Sua presença, já entrasse todo dancitante...seria trágico, se não fosse trágico mesmo.

Mas o maior agravante das danças no culto são as músicas que são utilizadas. Geralsempre são músiquinhas desprovidas de qualquer veracidade e concordância bíblica, de reverência e menção ao poder e força do nosso Deus. Até mesmo porque não combinaria com outro tipo de música. Já imaginou alguém dançar "Senhor meu Deus, quando eu maravilhado?" Pode observar, as músicas utilizadas geralmente vêm de grupos e bandas que visivelente já se venderam a mamon. Preciso citar nomes?

Já avaliou o conteúdo e o significado dessas canções dançantes?

Devemos ainda seguir o exemplo dos Judeus no culto a Deus, no sentido de que estes viam o culto como algo sagrado, santo e sérissimo.

Paralelo a isso, você pode sim dançar para Deus. Dance para Deus enquanto Maria faz natação para Deus, enquanto a Ju Moraes anda de bicicleta todos os dias para Deus...etc.

Só não cometa a gafe de adentrar no Santo dos Santos, na santidade de um culto, na presença da congregação dos justos, diante Daquele em que a terra e mar fogem, cantando algo como “vou dançando pra encontrar meu noivo, vou dançando pra encontrar meu noivo” . 

Respeite a santidade do Criador, reverência e temor e tremor são cabíveis a qualquer cristão.

25 de dez de 2011

O Monergismo e Eu



Peço desculpas, a frase não é do C.S Lewis (bem que eu achava estranho) Mas sim do Agostinho.

28 de jul de 2011

Os 5 Pastores Mais Ricos do Mundo

                                                            A unção do Tio Patinhas:

    Poucas pessoas esperavam por essa notícias, mas foi revelado recentemente que os cinco pastores evangélicos mais ricos do mundo são todos africanos, mais precisamente nascidos na Nigéria. A revelação é da revista americana Forbes, conhecida por suas listas e matérias sofre finanças, e levou em consideração apenas o patrimônio declarado legalmente pelos pastores e não o que está em nome das igrejas, empresas ou entidades ligadas a eles.
  O continente mais pobre do mundo tem também o menor índice de vida e de educação e por isso muitas africanos acabam acreditando em qualquer tipo de solução milagrosa para resolver seus problemas e melhorarem suas vidas. Embora isso tenha feito que a África seja dominada por religiões ligadas a bruxaria e seitas vindas das antigas tribos residentes no local, a cristianismo vem crescendo com força no continente. Diversas igrejas conhecidas no Brasil já estão lá a muito tempo como a Quadrangular e Assembléia de Deus, além de outras que aterrissaram no continente a menos anos como as igrejas Universal, Mundial e Internacional.
Segundo a revista Forbes, os cinco pastores mais ricos do mundo conseguiram suas posses vendendo produtos diversos, desde livros e dvds a outros itens criados pelos líderes. Eles também não vivem apenas do que recebem em suas igrejas tendo diferentes tipos de ganhos como emissoras de tv evangélicas e redes de fast-foods. O Pastor Chris Oyakhilome, por exemplo, vende um devocional a 1 dolar, são dois milhões de cópias vendidas mensalmente. A Forbes também destaca que esses pastores possuem aviões próprios, relógios de marca e grandes carros de famosas e – caras – marcas.
  O Bispo David Oyedepo da Living Faith World Outreach Ministry, também conhecida como Winners Chapel, tem um patrimônio líquido de 150 milhões de dólares americanos. David é o mais rico pregador da Nigéria. Desde que fundou a Living Faith World Outreach Ministry em 1981, ela cresceu e se tornou uma das maiores congregações da África com cerca de 50 mil membros. Ele possui quatro jatos particulares, residências em Londres e nos Estados Unidos, sua própria editora de livros e uma universidade voltada para alunos ricos.
  Chris Oyakhilome da Believers’ Loveworld Ministries, também conhecida como Christ Embassy, possui um valor estimado entre 30 e 50 milhões de dólares. Sua igreja possui 40 mil membros, dentre eles muitos são executivos e políticos. No ano passado o carismático pregador era o centro de um caso de lavagem de dinheiro em que ele foi acusado de desvio de 35 milhões dólares de sua igreja para bancos estrangeiros.  Após afirmar que sofria uma injustiça o caso foi arquivado. Oyakhilome possui jornais, revistas, uma estação de televisão local, uma gravadora, TV via satélite, hotéis e muitos imóveis próprios. Sua rede de tv é a primeira do meio cristão da África a transmitir sua programação para o resto do mundo 24 horas por dia.
  Temitope Joshua da Synagogue Church Of All Nations (SCOAN) tem fortuna estimada em 15 milhões de dólares americanos. É também um dos pastor mais controversos da Nigéria e que tem mais instituições filantrópicas. Joshua comanda a SCOAN, fundada por ele em 1987, que acomoda mais de 15.000 membros aos domingos e possui ainda filiais em Gana, Reino Unido, África do Sul e Grécia. Ele é conhecido por afirmar ter poderes de curar doenças incuráveis como AIDS, câncer e paralisia. Ele é dono da Emmanuel TV, uma rede de televisão cristã e é amigo íntimo do Presidente de Gana, Atta Mills.
  Matthew Ashimolowo  é líder da igreja Kingsway International Christian Centre (KICC). Estima-se que Ashimolowo possua um património em torno de 10 milhões dólares. O nascimento da denominação deu-se em 1992, quando sua então igreja, a Quadrangular, decidiu envia-lo para abrir uma sucursal em Londres, mas o pastor tinha outras ideias e decidiu criar sua própria congregação no lugar. Hoje, a Kingsway International Christian Center é supostamente a maior igreja Pentecostal no Reino Unido. Em 2009, a igreja registrou lucros de quase US $ 10 milhões e ativos de US $ 40 milhões. Ashimolowo ganha de sua denominação um salário anual de US$ 200.000, mas a sua verdadeira riqueza vem de interesses empresariais variados, incluindo a sua empresa de mídia, a “Matthew Ashimolowo Mídia”, que agita a literatura cristã e e o ramo de documentários.
  Chris Okotie da Household of God Church, tem as propriedade avaliadas em aproximadamente US$ 10 milhões. Pastor Okotie fazia sucesso primeiro como músico pop nos anos 80. Ele descobriu a Palavra, abraçou a Bíblia e fundou a Household of God, uma das congregações mais extravagante da Nigéria que possui hoje cerca de 5 mil membros entre eles a grande maioria formado por celebridades, músicos e pessoas da sociedade. Contestou e perdeu as eleições presidenciais na Nigéria pela terceira vez este ano com o Partido Fresh, o qual ele mesmo criou e financia. É um amante de grandes carros sendo dono de um Mercedes S600, Hummer, Porsche, entre vários outros.
  Segundo a Forbes todos os valores dos patrimônios foram confirmados pelos respectivos ministérios através de emails. Apenas a igreja do Pastor Matthew Ashimolowo não respondeu aos contatos.
Fonte: Gospel+
Nem vou comentar! rs

26 de jul de 2011

Amy Winehouse




Pobre Amy.
Nunca escondi que curtia Amy Winehouse, suas músicas, estilo e loucura. Também nunca entendi por que.
Sei sobre ela o que uma adolescente fútil sabe sobre Restart ou Justin Biber (como escreve?) rsrs
Por ocasião de sua morte ouvi e li alguns comentários totalmente dispensáveis. O que me inspirou uma pergunta: O que te faz melhor que a Amy? E quem te disse que você é melhor que ela?

Uma vida de rebelião contra Deus, desprezando seu maior dom: a própria vida. Autodestruição, sexo, dinheiro e fama...tudo que o diabo gosta, assim viveu Amy.

Na hipótese de poder fazê-lo, retirei por alguns segundos, a Graça de sobre mim. Encontrei alguém tão escravizada quanto Amy, e ainda, sem talento algum para me gabar...

Retire a Graça, e encontre uma pessoa que se esconde em seus vícios numa busca desenfreada por prazer e amor. Desesperada em si mesmo, sem esperanças de um futuro, sem gratidão pela vida.

Sem a Graça de Deus seria tão autodestrutiva quanto ela, talvez não com os mesmos vícios, mas o cardápio é bem extenso, convenhamos...

Fica aqui meu lamento pela seu triste fim. E meu pesar, por ver que os discípulos do amor, nem sempre influenciam ou se comportam como deveriam.

Amy, você voltou à escuridão... que pena.

Voltei!

Avisem a presidenta! =p

Estive pensando esses dias se deveria reativar o Blog.

Desde o último post algumas coisas aconteceram, ainda estou pensando se escrevo ou não sobre elas. 

Enquanto não resolvo essa questão importantissíma, envio dois textos bem "pobrinhos" de chinelinhos havaianas remendado com grampo de cabelo, daqueles que só tomam coca cola no Natal.

23 de dez de 2010

Comunicado

Esse blog está absolutamente abandonado por tempo indeterminado, o motivo é uma profunda falta de inspiração e reflexões sobre os temas comumente abordados.

:[

Muito bem, agora o Brasil inteiro vai dormir em paz porque eu me expliquei, eu sei...rs.

27 de nov de 2010

O que move você?


 “Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os aborreceu, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.
Não são do mundo, como eu do mundo não sou.
João, 17;14 -16.

Nesses últimos dias eu tenho aprendido  e observado nas pessoas também, algo que o Senhor tem me feito enxergar, é complicado para escrever, expressar com palavras mas eu vou tentar fazer.

O que move você?
Sim, o que faz com que você se relacione com outras pessoas, com o mundo, com colegas de trabalho e com você mesmo?
Qual é o primeiro sentimento que te impulsiona a agir no dia-a-dia?

Eu vi em mim mesma que numa grande parte das vezes eu sou movida pela solidão.

Se eu fico na internet demoradas horas...é porque a solidão me obriga.
Se eu telefono para alguém e convido a dar uma volta...a solidão me incomodava.
Se eu desejo que “tal” dia chegue logo...é na esperança de amenizar a solidão.
Se eu vou à igreja...idem.
Se mando um torpedo...idem de novo.
Email? Idem.

Ainda bem que isso não acontece em 100% das vezes (já é alguma coisa) mas eu tenho feito algumas resoluções para mim mesma, e a primeira delas é: “ Se o que me move a fazer isso nesse exato momento é a minha própria solidão, então não farei, antes, orarei sobre isso”.

Parece que isso foi uma das melhores idéias que já tive na vida. Tenho visto e aprendido coisas excelentes, além de me sentir bem melhor e entender as pessoas.

Solidão é o mal do século, pode ser o estopim de uma depressão, de uma dependência emocional/sexual/sentimental, pode fazer você virar uma puta, um insensível, um “safado” que vai sempre substituindo uma mulher por outra, um amigo por outro, um copo por outro, uma dose por outra, ou simplesmente, você leva sua vida tranquilamente, mas não passa de um EGOÍSTA, pois a sua motivação tem sempre raiz na maldita solidão que sente.

“Digam o que quiserem, mas a solidão é o mal do século” Renato Russo. Poetas, tantas canções, livros, psicólogos,bares, há tantas provas de que o Renato estava absolutamente certo...já parou pra pensar nisso?

Meu desejo é substituir a solidão por amor.

Mas você pode dizer:"Ei, sua maluca, não tem nada de mais em se sentir solitário, todo mundo tem isso, a gente sempre dá um jeito, ignora, faz qualquer coisa, aliás, as pessoas nem pensam nisso!"

Mas a questão é justamente essa: “ Todo mundo sente isso”. (eu concordo plenamente que um bocado de solidão é absolutamente necessário, a própria bíblia confirma isso. É vital.) (Lamentações 3, 27 e 28)

Acontece que nós, os cristãos não somos mais do mundo, apenas estamos de passagem por ele. Nós já somos parte de um Reino. Você é parte de um Reino. E no mais o nosso Rei aconselhou que orássemos: Venha o Teu Reino (Mateus 6,10)

E esse Reino é de Justiça, Paz e Alegria (Romanos 14,17). Sobretudo esse é o Reino do Amor. Onde os súditos são ensinados a amarem uns aos outros tal como foram amados pelo seu Rei, onde eles devem dividir o que quer que tenham, se importar com sinceridade pelo bem estar do próximo.

Tenho visto amigos(as) meus serem movidos pelar solidão/dor e eu desejaria muito dizer-lhes essas coisas. Desperte! Você não é desse mundo! Não pode mais ser motivado pelo que motiva o mundo, egoísmo disfarçado de religião ou fé transforma você num grande frustrado/fracassado! Veja! Não dá pra servir a dois senhores e você sabe bem disso!

Não sejamos mais em nada guiados pela dor, mas sim pelo amor que vem do Pai. Oremos por isso.

Quando eu amo a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesma, então eu estou vivendo o Reino de Deus na Terra, Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em virtude (1 Cor 4,20). Dessa forma eu cumpro a Lei, contribuo para o Corpo de Cristo, fortaleço meus irmãos e me aproximo do Rei. Doutra maneira seria apenas mais uma egoísta desesperada por amenizar o vazio que sente...

Por favor, se junte a mim, vamos juntos viver e dizer: Venha o Teu Reino!

Agora se você não é um cristão ou é apenas um religioso, tem um X vermelho no canto superior direito da tela.