21 de out de 2010

Uma pequena parábola da realidade







Uma vez um pedinte visitou um pastor para conseguir deste algum dinheiro. O bom homem não gostou muito da aparência do pedinte e disse:
- “O seu caso não me interessa, e não vejo razão especial para sua vinda aqui!”

Então o mendigo respondeu:
- “ Tenho certeza que me ajudaria, se soubesse quão grande beneficio tenho recebido do seu abençoado ministério.”

Qual? Perguntou o pastor. Ao que o outro respondeu:
-“Quando vim pela primeira vez ouvi-lo, não queria saber de Deus nem do diabo, mas agora, com seu abençoado ministério, cheguei ao ponto de amar os dois”.

(Trecho de A maior luta do mundo, C.H.S.) 

Qualquer semelhança não é mera coincidencia.

Creio eu que o evangelho tem sido pregado de forma tão egocentrica, diluída, destorcida, prostituída, bajulando homens depravados e interesseiros,e os tais já passaram a amar um demônio cujo cod-nome é jesus.


Lamento.
Sem mais para o momento,

Juliana.

Um comentário: